• Dra. Ana Paula Barros

QUANDO INTRODUZIR O GLÚTEN NA ALIMENTAÇÃO DO BEBÊ?

A introdução de alimentos que contem glúten na rotina alimentar do bebê ainda não é um consenso. Os principais estudos da área demonstram que a introdução precoce do glúten não parece ser fator de risco para o desenvolvimento da doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, mas a introdução tardia pode estar associada. A introdução precoce seria entre 4 e 6 meses de vida e a tardia após 24 meses de vida.


O período recomendado de introdução de alimentos na vida de um bebê é após os 6 meses de vida, não diferente dos demais alimentos. Os alimentos com glúten poderiam ser oferecidos para o bebê a partir dos 6 meses, preferencialmente antes dos 12 meses. Na prática, para avaliar o período ideal, precisamos observar alguns parâmetros como: presença de sintomas da doença celíaca no bebê, funcionamento intestinal, utilização de medicamentos que afetem a integridade intestinal e presença dos principais fatores de risco para doenças celíacas (portadores de diabetes, síndrome de Down, tireodite automine, síndrome de Williams, deficiência seletiva de IgA, doença hepática autoimune e com parentes de primeiro grau com doença celíaca). Nesses pacientes precisaremos ter um pouco mais de atenção em relação ao aparecimento precoce de sintomas e frequência de consumo dos alimentos que contém glúten.


De forma geral, uma boa indicação é a introdução do glúten próximo de 12 meses de vida, tanto em bebês com fatores de risco associados como nos demais bebês. Igualmente não se recomenda o consumo excessivo de glúten nos primeiros meses de início da introdução do mesmo na alimentação dos bebês.


Principal referência: Departamento de Gastroenterologia da SBP

31 visualizações

©Copyright TISCO - TI SOLUÇÕES CONECTADAS

Todos os direitos reservados.

CNPJ: 28.379.919/0001-57

O conteúdo disponibilizado neste site tem propósito exclusivamente informativo. As informações fornecidas pelos estabelecimentos e sua veracidade são de total responsabilidade dos mesmos.